personal trainer Algarve Portugal

Perder peso de forma rápida e drástica não resulta. Saiba porque?

Um estudo publicado no OBESITY realizado por investigafores do National Institutes of Health analisaram os concorrentes da oitava temporada do programa da temporada Biggest Loser Americano. Mediram o seu peso, gordura, metabolismo e hormonas tanto no final das 30 semanas no programa como seis anos depois, em 2015.

Em catorze participantes analisados, treze voltaram a engordar e quatro deles ganharam ainda mais peso do que quando entraram no programa. Segundo este estudo a principal causa é o metabolismo.

Investigadores têm vindo a analisar um fenómeno chamado “adaptação metabólica”. Enquanto perdemos peso a nossa taxa metabólica basal – energia utilizada para o corpo manter as funções básicas quando está em repouso – abranda. Então se o corpo está a gastar menos energia quando está em repouso, necessitamos de consumir menos calorias para manter o nosso peso. Os investigadores ainda não sabem porque é que isto acontece e não afecta toda a gente da mesma maneira.

O estudo do Biggest Loser mostrou que o metabolismo dos concorrentes ficou ainda mais lento. Os seus corpos só estavam a queimar cerca de 500 calorias diárias (o valor de uma refeição) a menos do que aquilo que era esperado do seu peso. E este efeito continuou mesmo quando estavam a voltar a engordar.

Para além do metabolismo, outra causa é a alteração de níveis de leptina no organismo. A leptina é a hormona responsável por regular a fome e por informar o cérebro sobre a quantidade de energia acumulada. Neste estudo, os investigadores notaram uma descida significativa desta hormona no sistema sanguíneo dos participantes. Ou seja, ao perder peso de forma drástica o corpo passa a libertar muito menos leptina e vai começar a ter a informação para aumentar o apetite. No final do programa a maioria dos concorrentes drenaram os níveis desta hormona, deixando-os com fome constantemente. Seis anos depois, só conseguiram recuperar 60% dos níveis que tinham antes do programa.

Ou Seja, perder peso de forma drástica e pouco saudável, interfere no teu organismo de uma forma que não há volta a dar. Ou seja, em vez de perderes peso, aumentas ainda mais o peso, e alteras o teu organismo para pior.

Como eu sempre digo, exercício fisico, estilo de vida saudável e boa alimentação são as melhores opções para perder peso.

Texto de João Martins

Retirado do Artigo da Revista Visão

Joao martins personal trianer & wellness coach

A influência que o não dormir tem no aumento do peso

Quando se trata da saúde e bem-estar, a maioria de nós sabe como é importante o exercício e a nutrição adequada. Muitos de nós optamos por um estilo de vida saudável, fazemos da atividade física algo importante na nossa rotina, e fazemos escolhas inteligentes quando se trata de alimentos que comemos e as quantidades que comemos. E alguém pensa no descanso? Nas horas de sono? Dormir desempenha um papel fundamental não só para garantir uma boa saúde, mas também é um fator-chave quando se trata de perda de peso.

Muitos de nós olhamos para o tempo de sono como as horas que poderíamos usar para algo mais, mas sabe, realmente, quantas horas deve dormir por dia? Saiba quantas horas deve dormir aqui

O que demonstram os estudos sobre a falta de horas do sono no nosso dia a dia:

- Fundação Nacional do Sono (EUA), relatou resultados que dizem que quatro a cinco horas de sono todas as noites não é, certamente, suficiente e pode levar a consequências psicológicas e neurocomportamentais graves.

- Centros de Controle e Prevenção de Doenças (EUA) dizem que o sono insuficiente é uma epidemia de saúde pública.

- Os médicos alertam há muito tempo que a falta de sono crônica e A vida sedentária podem levar a sérios problemas de saúde, incluindo ganho de peso, obesidade e doenças crônicas associadas, tais como doenças cardíacas e diabetes.

Como a falta de horas de sono pode afetar o aumento do peso:

A falta de sono pode desencadear a produção de cortisol, uma hormona do stress, e um aumento da produção de insulina, o que promove o armazenamento de gordura e está associado com o ganho de peso.

As hormonas leptina e grelina são influenciadas pela quantidade de horas de sono que dormimos. Quando não dormimos o suficiente, os níveis de leptina descem, o que significa que não nos sentimos tão satisfeitos depois de comer. Os seus níveis de grelina aumentam e o seu apetite é estimulado E, assim, queremos mais comida. Os dois combinados fazem-nos comer demais. Um estudo realizado pela Universidade de Chicago em adultos jovens descobriu que a restrição do sono para quatro horas por noite durante uma semana trouxe as mesmas características, os mesmos níveis de glicose e de insulina que são vistos em diabéticos. O investigador advertiu que este pode ser um caminho para a obesidade.

De acordo com a Clínica Mayo. The American Journal of Clinical Nutrition foi descoberto que aqueles que têm menos do que a quantidade ideal de sono mostram um aumento de ingestão de cerca de 300 calorias por dia. Quando estamos privados de sono, temos mais vontade de comer e ingerimos mais lanches. (além disso, a falta de sono prejudica o seu julgamento, tornando mais difícil a escolha por lanches saudáveis).

Se você quer perder peso ou manter seu peso atual, certifique-se de dormir o suficiente.

Texto de João Martins

Artigos Relacionados: Sabia que uma dieta rica em fibras ajuda a dormir melhor| Os benefícios de dormir bem 

joão martins personal trainer algarve

Os benefícios de dormir bem

Dormir faz-nos sentir melhor, mas a sua importância vai muito além de simplesmente aumentar o seu humor ou evitar olheiras. Dormir de forma adequada é uma parte fundamental de um estilo de vida saudável e pode beneficiar o seu coração, peso, mente, e muito mais.

A verdade é que dormir é tão importante para a sua saúde como o que escolhe para comer e o exercício que faz. É hora de fazer uma mudança mental e veja o dormir como um investimento na nossa saúde. Vamos perceber como o dormir afeta diretamente o nosso peso e o nosso desempenho durante o dia.

Dormir pouco pode causar ganhos de peso. O American Journal of Clinical Nutrition descobriu que aqueles que dormem menos que as horas ideias de sono (Os adultos necessitam de sete a oito horas de sono por noite), mostraram um aumento da ingestão de cerca de300 calorias por dia. Além disso, a falta de dormir prejudica o nosso discernimento, tornando assim mais difícil a escolha de lanches saudáveis.

Dormir dá tempo ao nosso corpo para descansar e rejuvenescer. Dormir dá ao seu corpo e mente a melhor oportunidade de estar no seu melhor.

Dormir bem melhora a memória. O nosso cérebro trabalha muito enquanto nos dormimos. Enquanto dormimos fortalecemos memórias ou aptidões práticas que aprendemos enquanto estivemos acordados (chama-se processo de consolidação)

Dormir pouco aumenta a inflamação. As pesquisas indicam que as pessoas que dormem menos de seis horas por noite, têm os níveis sanguíneos mais elevados de proteínas inflamatórias do que aqueles que dormem 8 horas. Dormir 7 a 8 horas por noite reduz o risco de ataque cardíaco (devido à redução da proteína C.reativa da corrente sanguínea).

Dormir mais, melhora resultados desportivos. Um estudo da Universidade de Stanford descobriu que jogadores de futebol Americano universitário que tentaram dormir pelo menos 10 horas por noite durante sete a oito semanas melhoraram o seu tempo médio de sprint, tiveram menos fadiga diurna e aumentaram a resistência.

Dormir mais horas reduz o stress. Dormir mais e bem reduz os níveis de stress e melhora a pressão arterial.

Dormir bem melhora as notas. Um estudo com alunos de uma universidade Americana comprovou que alunos que não dormiram o suficiente tiveram piores notas do que aqueles que dormiram.

Se quer ser mais saudável não pense só na comida, ou no exercício físico, o dormir bem e descansar as horas necessárias também ajuda.

Texto de João Martins

Artigos Relacionados : O impacto que dormir tem na nossa saúde e bem estar|Estudo relaciona falta de sono com obesidade infantil

joao martins personaltrainer

Voltar à vida saudável depois das férias

As férias são a oportunidade perfeita para escapar das tensões diárias de trabalho e mentalmente atualizar O seu cérebro.Todas as pessoas merecem férias, mesmo do seu treino e da sua alimentação saudável. Essa pausa na rotina de treinos não fará com que os seus ganhos desapareçam completamente.

Algumas dicas para voltar à sua vida saudável depois das férias:

Voltar aos treinos: Programe os seus treinos semanais e o horário. Assim, sentir- se-á mais comprometido para os cumprir. O primeiro treino é, normalmente, o mais difícil mas não tem que ser. Realize um treino de baixa intensidade, com exercícios a que normalmente está habituado, mas com cargas e intensidades baixas. Este treino aumentará o seu fluxo sanguíneo, queimando calorias E evitando a dor muscular no dia seguinte. Do ponto de vista “psicológico” também é importante, pois após uma pausa nos treinos, os mesmos exercícios e as mesmas cargas vão ser difíceis de realizar e isso pode desmotivar.

Defina novas metas de treino: Fazer uma mini ou meia maratona, experimentar uma nova aula de fitness, fale com o seu personal trainer e crie um novo objetivo. É uma ótima maneira de voltar a despertar o seu interesse pela atividade física e mantê-lo no caminho da perda de peso (caso esse seja o seu objetivo). Tentar algo novo pode ser o impulso que precisa para reacender a sua vontade de praticar atividade física.

Voltar a alimentação saudável: Crie um plano semanal de alimentação, com ideias para refeições saudáveis e snacks saudáveis. Crie essa lista e depois vá ao supermercado comprar os ingredientes para a sua alimentação saudável da primeira semana após as férias. Depois faça esse mesmo planeamento todas as semanas.

Mais motivação: Compre uma roupa nova para treinar, ou umas sapatilhas novas para fazer exercício. Um novo equipamento aumenta a vontade de ir treinar para experimentar a roupa nova e é algo mais para estimular a volta aos treinos.

Mais compromisso: Combine com um amigo(a), vão ao ginásio juntos, e estabeleçam metas em conjunto. O compromisso aumentará a sua motivação, e a do seu amigo, e como se costuma dizer, a dois é sempre mais fácil.

Agora que está de volta à rotina do dia-a-dia, use estas dicas para se ajudar a si próprio a retomar a sua rotina de exercícios e de vida saudável. Se precisar de ajuda para recuperar o foco depois das férias, não hesite em contactar-me.

Texto João Martins

Artigos relacionados : Algumas dicas para um 2015 mais saudável | Dicas para superar os excessos do fim de semana