personal trainer algarve

Durante décadas fomos aconselhados a não ingerir alimentos ricos em colesterol

Uma pesquisa recente demonstra que a dieta influencia apenas em 20% os níveis de colesterol no sangue de uma pessoa. O resto é regido pela genética.

Altos níveis de “mau” colesterol LDL no sangue de uma pessoa estão ligados à formação de placas arteriais que podem impedir o fluxo de sangue e contribuem para ataques cardíacos ou AVCs, de acordo com a American Heart Association.

Os nutricionistas e os cardiologistasobservaram que a gordura saturada desempenha um papel mais direto e mais importante nos níveis de colesterol no sangue do que o colesterol da dieta

Pessoas que se preocupam ou têm problemas com os seus níveis de colesterol, devem ter mais cuidado com alimentos ricos em gorduras saturadas, tais como carne, bacon, queijo, manteiga, etc., do que evitar comer alimentos ricos em colesterol tais como ovos ou camarões, pois os alimentos ricos em gorduras saturadas influenciam mais os níveis de colesterol no sangue do que os próprios alimentos ricos em colesterol.

Ou seja, para reduzir os níveis de colesterol no sangue, é necessário ter uma dieta equilibrada com pouca ingestão de gorduras saturadas e gorduras trans e realizar exercício físico em vez de se focarem apenas em evitar alimentos ricos em colesterol.

Texto de João Martins

Artigos Relacionados : As refeições caseiras são a melhor opção para uma dieta saudável |Comer peixes e vegetais aumenta a expectativa de vida