personal trainer algarve
Acha que está a seguir uma dieta equilibrada? Verifique as vitaminas e minerais que a maioria das pessoas não ingere em quantidade suficiente e saiba como reforçar a sua ingestão diária.

Potássio; Estudos demonstram que o potássio pode ajudar a manter a pressão arterial saudável. O potássio também ajuda na fertilidade e função muscular nervosa. Podemos encontrar o potássio no leite, na banana, batata-doce, legumes, abacates e batata.

Magnésio; Baixos níveis de magnésio têm sido associados a problemas de saúde como a osteoporose, hipertensão arterial, diabetes, cãibras musculares e doenças cardíacas. Pessoas com hábitos alcoólicos, problemas de estomago ou intestinais e os idosos têm mais tendência a ter baixos níveis de magnésio. Alimentos ricos em magnésio são: espinafre, feijão, ervilhas, grãos integrais e nozes e amêndoas.

Vitamina A; é fundamental no apoio a uma melhor visão, melhora o sistema imunitário e o crescimento dos tecidos. Podemos encontrá-la nos alimentos alaranjados e amarelos, como a batata-doce, cenoura e abobora.

Vitamina D; É importante no desenvolvimento de ossos saudáveis, músculos, fibras nervosas, bem como um sistema imunitário forte. O nosso corpo consegue produzir vitamina D quando exposto ao sol, mas há várias regiões do mundo em que a quantidade de sol é pouca e, como tal, é necessário ingerir vitamina D. Os alimentos que contêm vitamina D são os peixes gordos (como a cavala, o salmão e as sardinhas) os cogumelos, fígado, queijo, gema do ovo, e leite.

Cálcio; Normalmente todas as pessoas sabem que o cálcio é bom para os ossos e dentes, mas não só. O cálcio ajuda na função muscular e cardíaca. O leite é uma boa fonte de cálcio, bem como couves, brócolos, salmão.

Vitamina C; Estimula o crescimento dos ossos e tecidos. Também é um forte antioxidante, ou seja, ajuda a proteger as células. Podemos encontrar a vitamina C na maior parte das frutas e vegetais.

Fibra; Ajuda a reduzir o colesterol, a melhorar a regularidade intestinal, diminuir o risco de doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de cancro. Alimentos ricos em fibras temos, por exemplo, o grão, feijão, maracujá, amêndoa com casca.

Agora já sabe como reforçar a sua dieta e torná-la mais saudável. Lembre-se que comer bem não é só contar calorias, mas sim comer todos os nutrientes necessários.

Texto de João Martins

Artigo Relacionado : Ideias para comer mais vegetais | Alimentação saudável versus Programas nutricionais