Personal trainer Algarve

Sabia que …

Atividade física de alta intensidade inibe apetite por alimentos calóricos

Praticar atividade física de alta intensidade inibe o apetite por alimentos não saudáveis e aumenta a vontade por refeições que incluam legumes e frutas, por exemplo. Essa é a conclusão de um estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, que usou imagens de ressonância magnética para analisar a resposta do cérebro perante alimentos muito ou pouco calóricos após a prática de um exercício físico intenso. As opções de alimentação saudável de alto teor calórico incluíam pizzas, hambúrgueres e donuts. As opções mais saudáveis eram maçãs, morangos, uvas e cenouras.

Os investigadores descobriram que, quando as pessoas olharam para os alimentos de alto teor calórico, a resposta cerebral medidA pelo nível da atividade da ínsula foi reduzida. A ativação nesta região aumentou quando os participantes viram imagens de alimentos saudáveis.

A teoria dos pesquisadores é a de que, após uma atividade física intensa, o corpo de uma individuo precisa repor água – e o seu cérebro entende que alimentos mais saudáveis e frescos são melhor fonte do líquido e, portanto, conseguirão satisfazer essa necessidade.

Texto de João Martins

Artigos Relacionados : Os melhores exercícios para controlar açúcar no sangue

Não-desista-do-seu-treino-mesmo-durante-o-inverno

Durante o Inverno é mais difícil manter o peso

O inverno e o frio chegaram e normalmente o aumento de peso vem junto.

Segundo Lawrence J. Cheskin, MD, fundador e diretor do Johns Hopkins Weight Management Center, alguns estudos comprovam que o aumento de peso nesta época varia de pessoa para pessoa, mas a média fica-se entre os 5 a 7 quilos de ganho de peso.

A boa notícia é que o escuro e o frio não são os responsáveis por esse aumento, mas sim nós. Normalmente, no Inverno, as pessoas sentem mais fome (ou apetite), e têm menos motivação para treinar. Também usam mais roupa , o que disfarça mais o excesso de gordura.

Durante o inverno o nosso corpo gasta mais energia pois tem que o manter quente (aumento de cerca de 10 a 15% do gasto calórico). Então porque aumentamos de peso se gastamos mais energia? Devido às nossas escolhas alimentares, optamos no inverno, normalmente, por comidas mais gordurosas e com mais açúcar.

Algumas dicas para não aumentar de peso no Inverno :

  • Consuma alimentos ricos em fibras, proteína e hidratos carbono complexos (pão/tostas integrais, arroz, massa integral, leguminosas), pois vão manter a saciedade e ajudar a aumentar os níveis de serotonina;
  • Consuma alimentos ricos em ómega3 como nozes, peixes gordos, sementes de chia, linhaça, que ajudam a combater estados depressivos (aparecem muito devido à pouca luz do sol, que reduz a produção de serotonina).
  • Aumente a prática de exercício físico (caminhar, correr, andar de bicicleta, etc.). Fazer exercício físico no inverno é a chave para manter o peso durante esta estação do ano.
  • Tenha sempre um copo de água ou chá à mão. Um estudo diz que 75% dos norte americanos  confundem desidratação com fome. A pouca ingestão de água pode levar a problemas de saúde tais como dor nas articulações e ganho de peso, a dores de cabeça, úlceras, hipertensão arterial e doença renal.
  • Modere o consumo de bebidas alcoólicas. Lembre-se que elas são fontes de calorias vazias, ou seja, fornecem calorias ao seu organismo sem nenhum nutriente.
  • Fracione a sua alimentação: alimente-se a cada 3 horas de forma moderada (consumindo quantidades pequenas). Nos lanches, nunca esquecer de incluir proteína, pelo menos 10gr.
  • Beba muita água, mesmo que não tenha sede.
  • Nunca vá para uma festa com fome; antes da festa coma frutas, ou vegetais ricos em fibra, porque assim vai conseguir reduzir o seu desejo por comida. Os estudos sugerem que quando comemos fora de casa podemos ingerir 40% mais calorias do que de outra forma.

Devemos ter uma alimentação equilibrada e praticar atividade física todo o ano, e não só perto do verão quando as roupas destapam mais o nosso corpo.

Seja Saudável o ano todo, o seu corpo agradece.

Texto de João Martins

untitled

Diferença entre apetite e fome.

Algumas pessoas confundem fome com vontade de comer, ou seja, uma coisa é ter apetite, outra é ter fome.

As pessoas comem por duas razões fome e apetite. Na verdade fome e apetite são dois processos completamente diferentes, fome é a necessidade de comer, não pode ser controlado, é instintivo. O nosso corpo avisa-nos que temos pouca energia e que necessitamos de comer para obter essa energia. A fome protege o nosso corpo de esgotar as reservas de energia.

Apetite é o desejo por comida, é um esforço entre a sua barriga e o seu cérebro, quando olhamos para um bolo, um doce, ou uma comida deliciosa, nos salivamos, quase que sentimos o sabor da comida, até só o pensar em determinados alimentos pode provocar estes efeitos. Mas ao contrário da fome, o apetite pode ser ignorado, o apetite é muito influenciado pelo cérebro, é um comportamento aprendido, e nos podemos aprender a controlar o nosso apetite.

A grande diferença entre apetite e fome é, vou comer um cachorro (isso é fome), mas depois tenho vontade de comer mais um ou dois (isso é apetite), ou seja, o meu corpo não necessita de mais energia, mas eu quero comer mais.

Os sinais mais claros de que o seu corpo quer comida, agora, são as reações físicas tais como dor de cabeça, estômago “rabujento”, e falta de energia. Apetite são reacções “mentais “/emocionais, descritas anteriormente.

Algumas dicas para manter os níveis de apetite baixos :

- Comer 3 em 3 horas; evita ficar com fome, e ajuda a ter opções mais saudáveis.

-Comer devagar; O nosso corpo demora 20m para reconhecer que estamos cheios.

- Comer alimentos volumosos; Alimentos com muita água, proteína e fibras (legumes, frutas, cereais integrais) ajudam a encher o estomago.

-Não se prive daquilo que gosta; Se alguns alimentos que gosta não são muito saudáveis, ou são muito calóricos, coma em pequenas quantidades. Privar-se daquilo que gosta aumenta o apetite. Equilibre a sua dieta, aumento o gasto energético para poder comer poucas quantidades daquilo que gosta.

-Faça exercício; o exercício altera os níveis hormonais do seu corpo de uma forma que suprime temporariamente o apetite.

-Durma o suficiente ;A falta de sono reduz nível de leptina no seu corpo, logo faz com tenha mais fome.

Saber a diferença entre a fome e apetite é metade da batalha quando se trata de perda de peso. Sintonize-se com seu corpo antes de começar a comer e questione-se se está realmente com fome.

Texto de João Martins