personal trainer no algarve

Todo o nosso corpo deve ser equilibrado, não devemos treinar mais um lado do que outro, ou mais um músculo do que outro, ou mais um membro do que outro. Quanto mais equilibrado for o treino, mais funcional e produtivo será o nosso corpo, e o seu rendimento físico irá ser, também, maior.

O nosso dia-a-dia obriga-nos a más posturas, principalmente pessoas que trabalham muito tempo sentadas e, com o tempo, a cifose torácica vai aumentando podendo mesmo causar dor e lesões. Exercitar a parte superior do nosso corpo, ajuda a reduzir dores, melhora a postura e diminuiu o risco de lesões.

O tênis, golf, basebol etc. são jogos de repetição. Por exemplo, no tênis são realizados centenas de serviços durante um torneio sempre com o mesmo braço. Nesse sentido, é fácil perceber que um jogador pode desenvolver desequilíbrios na força, flexibilidade, agilidade, resistência, potência em todo o seu corpo podendo estar mais propicio a lesões, e limitar o seu desempenho se não for corrigido.

Os profissionais de exercício que trabalham com atletas que praticam este tipo de desportos unilaterais devem essencialmente manter, ou restaurar o equilíbrio muscular adequado.

No sentido da prevenção de lesões, devemos optar por exercícios que contrariem a unilateralidade destes desportos, procurando reforçar ambos os lados do corpo de modo equilibrado. Devemos, também, procurar o trabalho de músculos antagonistasaos movimentos, para evitar desequilíbrios musculares típicos neste tipo de atletas.

Devemos fazer um bom trabalho de CORE para garantir uma boa estabilidade e equilíbrio nos diferentes movimentos. Garantir a multilateralidade dos exercícios; trabalhar a agilidade, as rotações e a elevação e depressão do centro de massa. É fundamental um bom trabalho de flexibilidade e de libertação miofascial, paravgarantir uma boa fluidez dos movimentos, e no sentido de contrariar os encurtamentos e desequilíbrios típicos de desportos unilaterais.

Um corpo equilibrado é um corpo com menos desgastes, movimentos mais eficientes e menor risco de lesões.

Texto João Martins