SERÁ ASSIM TÃO IMPORTANTE REGISTAR A SUA COMIDA?

Será assim tão importante registar a sua comida?

Ao registar a nossa comida aprendemos a comer melhor, a entender o que é uma alimentação equilibrada, e passamos de uma rotina, para algo intuitivo.

Registar a nossa comida é como estudar para um teste: para termos uma boa nota no teste, temos que estudar, para aprendermos a fazer escolhas saudáveis temos que aprender como as fazer. Quando estudamos, lemos, fazemos apontamentos, aprendemos – com a comida, temos que fazer o mesmo, ler as tabelas nutricionais, pesar a comida para perceber as quantidades, etc.

Ao registar, aprendemos os tamanhos das porções que devemos comer, aprendemos quais os alimentos que nos afetam positiva e negativamente, quais são os alimentos que têm mais hidratos de carbono, quais os mais ricos em proteína, quais os que contêm gorduras saudáveis, quais os que apesar de saudáveis são muito calóricos (e com os quais, portanto, temos que ter cuidado com a quantidade). E aprendemos que aqueles pequenos “desvios” da nossa dieta afetam os nossos objetivos/resultados.

Sem registar, não temos noção da quantidade de macronutrientes que devemos comer – o que, também, depende de cada pessoa e do seu objetivo -.

Às vezes comemos de forma saudável mas não conseguimos atingir os objetivos. Se apontarmos o que comemos, conseguiremos entender o porquê.

Fazer o teste sem estudar, normalmente não corre bem, é como na dieta, se iniciarmos o processo mas não aprendermos o que temos que fazer para atingir os objetivos, a dieta não vai correr bem, contudo, o registo do que comemos vai-nos ajudar a atingir os nossos objetivos.

Fazer esta pequena mudança pode ser difícil, mas é a diferença entre ter um muito bom ou um satisfaz, no caso da comida é o mesmo que perder 1kg ou perder 10 kilos, ou, se o objetivo for ganhar peso, (massa muscular) entre aumentar um quilo, ou aumentar 5 quilos.

É por isso que recomendo a todos os meus clientes que apontem o que comem. É a melhor maneira de aprender a entender os macronutrientes e ajudar a obter os resultados que você procura há tanto tempo.

Aprenda a comer pois essa é a chave para atingir os seus objetivos.

Aprenda a controlar sua dieta!

Personal Trainer Algarve

Combinações saudáveis de alimento

Quando combinamos os alimentos certos eles podem dar-nos mais energia, reduzir riscos de doenças, melhorar a função cerebral ou acalmar o estômago.

Deve tentar juntar alimentos não só porque são os que gosta mais ou os que juntam melhores paladares, mas também deve fazer combinações saudáveis e elevar a sua dieta.

Por exemplo:

Tomates com abacates;Quando falamos destes dois alimentos pensamos logo no guacamole, mas o que será que torna está junção tão saudável? Tomates contêm licopeno um antioxidante que pode reduzir o risco de cancro e doenças cardiovasculares. O abacate contem gorduras saudáveis, e estas gorduras tornam o licopeno mais solúvel aumentando a sua absorção.

Bananas e iogurte; Quando comemos iogurte natural, ingerimos bactérias pro-bióticas que pode ajudar a combater problemas digestivos. As bactérias pro-bioticas necessitam de bactérias pré-bióticas, as quais podemos encontrar na banana. Juntando estes dois alimentos podemos aliviar dores de estomago.

Folhas verde beterraba com grão-de-bico; A beterraba contem magnésio, bom para diminuir a ansiedade. O grão contem vitamina B6, que ajuda a absorver o magnésio. Ao associar estes dois alimentos vai ter um lanche ou uma refeição ótima para combater a ansiedade e aumentar os níveis de magnésio.

Chá verde com sumo de limão; A próxima vez que beber chá verde coloque um pouco de sumo de limão. O chá verde contem catequinas (fitonutriente), poderoso antioxidante que pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Ao adicionar limão ajuda a quebrar as catequinas e isso aumentará a sua absorção, aumentando assim a capacidade antioxidante do chá verde.

Mirtilios e Nozes; Ambos contêm polifenois que podem ajudar na memória e na função cerebral. Juntos eles podem diminuiu o stress oxidativo e a inflamação, bem como diminuir o envelhecimento cerebral. Se tem muito trabalho que requer concentração, aqui está um bom alimento para ingerir antes e durante esse trabalho.

Uma peça de fruta é um snack saudável, mas juntamente com proteína fica mais saudável e mais rico. Há vários alimentos que, em junção com outros, melhoram a absorção de determinados nutrientes, e a sua digestão pode-se tornar mais fácil na presença de outro alimento.

Não pense na comida apenas numa forma de eliminar a fome, mas sim numa forma de abastecermos o nosso corpo e para nos protegermos de doenças.

Texto João Martins

Portion-Size-Optical-Illusion

Sabia Que …

Sabia que os pratos nos últimos 10 anos aumentaram de tamanho 33%.

Pratos pequenos ajudam a comer menos, pois preenche-se com menos comida e ter à frente um prato cheio contribui para a saciedade, e consome-se menos. Se utilizar um prato de sobremesa para comer pode reduzir até 25% da quantidade de comida ingerida.

Uma dica: Se quer manter ou perder peso, coma em pratos mais pequenos como por exemplo os de sobremesa, a sensação de prato cheio vai sacia-lo.

Texto João Martins